Grupo União Contábil

Como ter eficiência financeira em um consultório odontológico?

  • Home
  • Grupo União – Como ter eficiência financeira em um consultório odontológico?
eficiência financeira

Grupo União – Como ter eficiência financeira em um consultório odontológico?

junho 14, 2022 admin 0 Comments

Eficiência Financeira depende de uma base muito sólida de gestão. Assim como qualquer outro elemento do empreendedorismo, é necessário saber gerir bem a fim de alcançar a eficiência total. Com os consultórios odontológicos é exatamente assim, e hoje vamos abordar algumas das melhores maneiras de otimizar a gestão financeira da sua clínica.

Receitas, taxas, reembolsos de seguros, impostos, despesas gerais – são vários elementos a serem levados em consideração, e nós aqui do Grupo União temos alguns direcionamentos para melhorar sua eficiência financeira.

Como otimizar a gestão financeira de um consultório odontológico?

A gestão financeira tem objetivos claros, como a boa manutenção do negócio; garantia de aproveitamento das oportunidades que surgem; e a utilização eficiente de fundos. 

Sendo um dos aspectos mais importantes do negócio, a eficiência financeira para dentistas deve seguir alguns pontos, como:

  • A boa separação de contas pessoais e profissionais: Para começar, um dos elementos mais importantes no momento de garantir eficiência financeira num consultório odontológico é a separação de contas de competência pessoal e da pessoa jurídica. Ainda que o consultório seja composto apenas por você dentista, as contas de sua titularidade jamais deverão se confundir com aquelas da pessoa jurídica, sob pena de multa por parte do Fisco;
  • O planejamento realista: A estratégia de investimentos deverá seguir estimativas bem claras, e essas poderão ser geradas a partir do acompanhamento de indicadores que falaremos ao fim dessa lista, ou com o acompanhamento de profissionais, tal qual comentado no penúltimo ponto;
  • Cálculo de hora-clínica bem afinado: O valor da Hora-Clínica influencia diretamente em todos os serviços prestados. Para uma boa eficiência financeira, deve-se pautar o valor da remuneração de funcionários, de serviços executados e até mesmo de capital de giro, com base nessa hora clínica. A maior parte dos cálculos da HC (hora-clínica), leva em consideração a soma das despesas com a estrutura, dividida pela quantidade de horários disponíveis para atendimento, mas a fórmula pode variar caso a caso;
  • Bom controle financeiro: Eficiência financeira conversa diretamente com o controle de suas finanças. Uma boa forma de ter certeza de que esse passo está sendo feito com a devida especialidade é contratar um profissional contábil, assim como aplicação de um software de fácil utilização e atualização interna. Tendo o acompanhamento de uma pessoa especializada e um bom sistema, é possível rastrear informações financeiras a qualquer momento;
  • Acompanhamento de indicadores: Por fim, temos um ponto bem competitivo, que é o acompanhamento de indicadores de desempenho. KPIs, como são conhecidos, são cálculos bem específicos que conseguem medir o desempenho de seu consultório. Eles são relevantes principalmente em momentos de mudança, a fim de entender os impactos no negócio, como a contratação de novos funcionários, abertura de filiais, alteração nos valores dos serviços e mais.

Uma série de pontos que constroem a rotina de eficiência financeira.

Conte com especialistas nesse momento

Caso esteja procurando por profissionais capazes de lhe acompanhar na gestão financeira de sua clínica odontológica, converse conosco aqui do Grupo União e entenda melhor como podemos te ajudar.

Esperamos seu contato desde já. Um grande abraço e até mais.

leave a comment